Keren Kayemet LeIsrael - KKL Brasil


Evento

A festa de Sucot

A festa de Sucot, que tem a duração de sete dias e se inicia cinco dias após Yom Kipur, é conhecida por vários nomes, mas sua descrição no livro de orações é Zman Simchatenu – “Época de nosso regozijo”.regozijo”. A Torá nos ordena sempre servir a D’us com alegria, particularmente em ocasiões festivas como o Shabat e as datas sagradas. Mas também nos impõe estar especialmente alegres durante a festa de Sucot.

 

No quinto livro da Torá, Deuteronômio, está escrito o seguinte acerca dessa festa: “E te alegrarás na tua festa – tu, teu filho, tua filha, teu servo, tua serva, o levita, o peregrino, o órfão e a viúva, que estão nas tuas cidades. Sete dias festejarás a festa do Eterno, teu D’us, no lugar que escolher o Eterno; porque o Eterno, teu D’us, te abençoará em todos os teus produtos e em toda obra de tuas mãos, e estarás certamente alegre” (Deuteronômio 16: 14-15).

 

Os dois mandamentos exclusivos de Sucot
Há dois mandamentos da Torá exclusivos à festa de Sucot. Um é juntar e ter nas mãos as Arbaat ha-Minim, as “Quatro Espécies”. O outro é habitar em uma Sucá.

 

O mandamento de juntar as Quatro Espécies é mencionado no terceiro livro da Torá, o Levítico. Pois está escrito: “Contudo, aos 15 dias do sétimo mês, quando recolherdes o produto da terra, celebrareis a festa do Eterno por sete dias; no primeiro será dia de descanso solene e, no oitavo, será dia de descanso solene. E tomareis para vós, no primeiro dia, o fruto da Árvore Formosa (Etrog), palmas da palmeira, ramos de murta e de salgueiro de ribeiras, e vos alegrareis diante do Eterno, vosso D’us, por sete dias” (Levítico 23:39-40).

 

Aí está a referência aos Arbaat ha-Minim – as Quatro Espécies. A fruta escolhida é o Etrog, o ramo verde é o Lulav, os galhos folhosos são os Hadassim, e o salgueiro da ribeira são as Aravot. É uma mitzvá – um mandamento Divino – juntar essas Quatro Espécies e sacudi-las em Sucot.

 

Um segundo mandamento da Torá, que também é exclusivo à festa de Sucot, é a mitzvá de se habitar em uma Sucá durante os sete dias da festa. Em Sua Torá, D’us ordena ao Povo Judeu “viver em Sucot (cabanas) durante sete dias: “Nas cabanas habitareis por sete dias; todo natural de Israel habitará nas cabanas. Para que as vossas gerações saibam que nas cabanas fiz habitar os Filhos de Israel, quando os tirei da terra do Egito, Eu sou o Eterno, vosso D’us!”(Levítico 23:42-43).

 

kkl_SUCOT-2017_mailmkt

Nenhum comentário

Seus comentários:


Deixe aqui o seu comentário!