Keren Kayemet LeIsrael - KKL Brasil


Artigo

Desastre Ambiental em Mariana-MG

Ao longo deste mês, o KKL Brasil apresenta uma série de reportagens que tratam sobre o desastre ambiental, ocorrido a um ano, no município de Mariana, em Minas Gerais. Foi feita uma pequena curadoria sobre assuntos pertinentes que rodeiam a tragédia, no intuito de deixarmos ativa a reflexão sobre as questões socioambientais do Brasil e do mundo:

 

G1 / PROFISSÃO REPORTER . 26/10/2016

Por Mayara Teixeira, Estevan Muniz e Danielle Zampollo

 

A cerca de um ano, a Samarco se comprometeu a reconstruir os municípios atingidos pela lama em terrenos vizinhos até março de 2019. Hoje, a maioria dos desabrigados continua em Mariana, em casas alugadas pela empresa. Depois da suspensão das atividades da Samarco, o município deixou de arrecadar quase 40% do total de impostos. Os mais de mil moradores desalojados dos dois distritos mais atingidos pelo rompimento da barragem tentam se adaptar ao novo estilo de vida na cidade, muito diferente do que tinham no campo. O processo é difícil e 150 pessoas fazem tratamento psicológico e psiquiátrico nos postos de saúde de Mariana.

 

Os moradores desalojados costumam visitar o que sobrou das casas e preferem que o cenário da tragédia permaneça intocado, mas uma obra polêmica planejada pela Samarco vai alagar parte de Bento Rodrigues. A empresa diz que a construção de um novo dique, o S4, é única forma de impedir que os rejeitos,que estão na área de Bento Rodrigues, contaminem os rios da região, mas documentos obtidos com exclusividade pela equipe do Profissão Repórter contestam a eficiência do dique em conter os rejeitos de minério. O Ministério Público contesta a eficiência dessa nova obra, e afirma que a empresa já planejava nova barragem antes da tragédia.

 

A Secretaria do Meio Ambiente de Minas Gerais afirma que o laudo realizado por seus próprios técnicos não é conclusivo. Em nota, a Samarco diz que o Projeto Mirandinha foi suspenso e que a construção do dique S4 não tem relação com a criação da barragem.
Para mais detalhes, assista o episódio na íntegra:  http://g1.globo.com/…/ministerio-publico-contesta..

Nenhum comentário

Seus comentários:


Deixe aqui o seu comentário!