Keren Kayemet LeIsrael - KKL Brasil


Evento

Equipe Israelense assassinada nas Olimpíadas de Munique é homenageada no Rio de Janeiro

Entrada de atletas olímpicos israelenses

 

 

Após 44 anos, finalmente as autoridades olímpicas reconheceram o assassinato de 11 israelenses mortos em um atendado terrorista nas Olimpíadas de Munique, este trágico episódio da história também marcou o início de atentados a inocentes, se na época o mundo tivesse tomado alguma atitude hoje não viveríamos o medo com estão passando a população de diversos países.

 

Na cerimônia oficial realizada na sede da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro foi recitado o kadish em memória às vítimas, tocado o hino do Brasil e de Israel e onze velas foram acesas em homenagem aos mortos no atentado.

 

A cerimônia contou com a presença de parentes das vítimas, atletas olímpicos israelenses e diversas autoridades, como o Ministro das Relações Exteriores José Serra, o Presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI) Thomas Bach, o Ministro dos Esportes Leonardo Picciani, a Ministra de Esporte e Cultura de Israel Miri Regev, o Presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) Carlos Arthur Nuzman, o Presidente da Confederação Israelita do Brasil (Conib) Fernando Lottenberg, o Presidente da FIERJ, Paulo Maltz e o Presidente da A Hebraica de São Paulo Avi Gelberg.

 

A colaboradora do KKL Brasil Rina Avigdor Hasky - com Or Sasson (medalha de bronze no Judô 2016)

 

O KKL Brasil esteve representado por seu Vice Pres RJ Hélio Koifman que fez questão de cumprimentar as viúvas das vítimas, pela persistência, coragem e força para suportar mais de 40 anos de indiferença, como se agora pudéssemos dizer: ” que as almas descansem em paz”.

 

O evento foi um marco histórico para a comunidade judaica mundial.

 

Vice Pres RJ do KKL Brasil Hélio Koifman com Yael Arad (medalha de prata no Judô 1992)

Nenhum comentário

Seus comentários:


Deixe aqui o seu comentário!