Keren Kayemet LeIsrael - KKL Brasil


Artigo

KKL Brasil faz parte da história da comunidade judaica brasileira

Na semana passada recebi a colunista e redatora da Revista da A Hebraica Tania Tarandach, para uma entrevista em nosso escritório em São Paulo, o tema não era exatamente este, mas num determinado momento surgiu o quanto o KKL Brasil colaborou na construção de identidade judaica em nosso pais, foi a primeira entidade a disponibilizar muito material educativo e religioso.

 

Ela citou que em todas as festas, haviam bandeirinhas alusivas aos chaguim, e que os alunos sempre desenvolviam alguma atividade por conta disto, além de que naquela época a bandeirinha por si só já era o máximo, disse desconhecer o fato, sabia apenas que em Yom Haatzmaut as escolas recebiam bandeirinhas de Israel enviada pelo KKL, pois o ano passado uma professora do Colégio Liessen – Rio de Janeiro me enviou a imagem da mesma.

 

Pedi um minuto e fui ver um quadro que fizemos com uma antiga bandeirinha do KKL, não sei se da década de 50 ou 60 e para minha surpresa não era apenas uma bandeirinha do KKL, ao prestar atenção reparei na imagem de uma chanukia; portanto era uma bandeirinha que as escolas recebiam para comemorar Chanuka – A Festa das Luzes.

 

Observem escrito em hebraico “ Torah ri etz chaim” tradução “ Torah (ela) é a arvore da vida!!!

 

Viva Chanuka !!! Viva a bandeirinha do KKL !!!

 

Que as luzes de Chanuka nos tragam bênçãos e alegrias, curtam nossa bandeirinha.

 

Bandeirinha KKL Brasil

Nenhum comentário

Seus comentários:


Deixe aqui o seu comentário!