Keren Kayemet LeIsrael - KKL Brasil


Artigo

KKL Investe em Professores

O KKL investe em professores para atuar em escolas Árabes, num Seminário de capacitação para as Salas de Aula ao Ar Livre.

 

KKL Investe em professores Im. 1

 

“A natureza e o meio ambiente não falam nem hebraico nem árabe. Este é o nosso país, e as salas de aula de liderança do KKL são uma ótima maneira de aprender que diferentes grupos étnicos todos de Israel, são parte de uma entidade única.”

 

KKL já instalou 430 salas de aula de liderança verde em escolas de ensino fundamental em todo Israel, onde as crianças aprendem sobre ecologia e sustentabilidade, e como adquirir competências na execução de atividades ambientais; e até o final do ano pretendemos chegar a 750 salas de aula. Atualmente temos 68 salas de aula no setor árabe da população de Israel. Nos dias 11 e 12 de fevereiro, foi realizado um seminário em Nes Harim para professores árabes que estarão trabalhando com as crianças no setor árabe de Israel, nas salas de aula ao ar livre.

 

KKL Investe em professores Im. 2

 

 

Raleb Magadele membro do Knesset disse ao grupo de professores: “O KKL é digno de admiração pela iniciativa no setor árabe de Israel, reconhecendo que a comunidade árabe é uma parte da sociedade israelense. Juntos, estamos criando uma nova geração de cidadãos que acreditam na sustentabilidade e na natureza”.

 

Zvi Vershbiak, presidente do Comitê de Educação do KKL, disse que era sua esperança de que poderemos legar às “futuras gerações, um país mais bonito do que o que nos foi dado. Queremos que todos possam aprender sobre as suas raízes e sobre o meio ambiente”.

 

O Presidente Mundial do KKL Efi Stenzler, afirmou “O KKL está fazendo história com seu compromisso de promover a educação ambiental em todos os setores da população de Israel. Nosso objetivo é que sempre que alguém veja uma flor ou uma árvore, deva saber como cuidar dela. Proteger a natureza é uma forma de cuidar de si mesmo e dos outros”.

 

Ali Bulbil, um educador que trabalhou para a Histadrut, agradeceu ao KKL o projeto, dizendo que “era para o bem dos nossos filhos e para o bem do meio ambiente. Esta é a primeira vez que um programa com este conteúdo é lançado no setor árabe, e isso nos proporciona uma oportunidade que temos que aproveitar ao máximo”.

 

Hana, que trabalha com crianças em Dir al-Assad, disse que estava muito feliz ao ouvir sobre o programa. “As crianças têm muitas capacidades que elas não sabem como usar. Eu sinto que este programa vai me dar ferramentas para ajudá-los a aproveitar melhor seus talentos e habilidades.”

 

 KKL Investe em professores Im. 3

 

Rhanda é árabe e vive na Galiléia. “Eu gosto da ideia de estar ligado a vegetação e protegê-la”, disse ele.

 

Haza, mãe de dois filhos, disse que “ela sente que o setor árabe não é suficientemente consciente da necessidade de proteger o meio ambiente”.

Nenhum comentário

Seus comentários:


Deixe aqui o seu comentário!